terça-feira, 14 de fevereiro de 2017

Festas durante a semana

Olá, seguidores queridos!

Estou de volta ao blog, e já vou tratar de um assunto que muitas mães me perguntam:

"Posso fazer a festa do meu filho durante a semana??"

O que eu sempre respondo é: Porque não?

Diante da dúvida de muitas mamães, gostaria de listar aqui alguns prós e contras desta alternativa, e também duas experiências pessoais que tive fazendo a festa do meu próprio filho durante a semana...



Primeiro, porque fazer?
As festas infantis feitas de segunda a sexta-feira apresentam várias vantagens... listei algumas:

  • Vários buffets e prestadores de serviços tem preços diferenciados para festas nestes dias. Por serem dias menos concorridos, em que muitas vezes a empresa fica com a mão de obra ociosa, é vantagem fechar uma festa por um valor menor, e colocar todo mundo para trabalhar!
  • A festa pode contar com menos convidados, uma vez que muitos pais estão em horário de trabalho e somente levam e buscam as crianças;
  • Sendo uma festa com menos convidados, fica mais fácil fazer a comemoração em casa, no clube, no parque, na praça, sem a rigidez de uma festa tradicional;
  • O horário da comemoração pode ser flexível, conforme o horário que a criança estuda... por exemplo, para crianças que estudam de manhã, a festa pode acontecer no meio da tarde... para crianças que estão na escola à tarde a festa pode acontecer de manhã, ou na saída da aula, podendo haver um esquema de transporte das mesmas até o local;
  • O aniversário do seu filho cai numa quarta-feira? É possível comemorar no mesmo dia (eu adoro esta opção)!
  • Você pode simplificar os comes e bebes da festa, de acordo com o horário. Sanduíches, pipoca, cachorro quente podem substituir salgados e pratos quentes, de forma mais econômica. E festas durante a semana dispensam totalmente as bebidas alcoólicas para os adultos, que é outra fonte de grande economia!

E quando não é uma boa idéia?
  • Acredito que não funciona bem para crianças pequenas, principalmente se for no sistema leva-e-traz. A partir de 5 anos a criança já tem autonomia e confiança para ficar sozinha em um aniversário (claro que com supervisão ou monitoria de adultos da família e/ou recreadores);
  • Quando os amiguinhos da criança tem compromissos extras nos mesmos dias e horários. É importante conversar com as mães para saber quais dias eles tem maior disponibilidade, e marcar um um dia e horário que reúna a maioria dos amigos.
  • Quando os pais não tem disponibilidade ou flexibilidade de horários no trabalho. Neste caso pode ser muito estressante marcar a festa durante a semana;
  • Próximo a feriados prolongados e "emendas" de feriados, nestas ocasiões muitas famílias viajam, e a criança pode sentir muita falta dos amigos em sua festa...
  • Quando a festa é feita em casa e os pais não tem disponibilidade para toda a organização pré e pós festa;
  • Quando os pais fazem questão de reunir os adultos (família e amigos) de forma descontraída, curtindo uma cervejinha enquanto as crianças se divertem. Neste caso a festa durante a semana pode ficar muito corrida e cansativa.


Minhas experiências

Eu sempre gostei de comemorar o aniversário do meu filho na data que ele nasceu, ou bem próximo (um ou dois dias depois, no máximo), e calhou de coincidir a data com finais de semana algumas vezes. O aniversário de 6 anos dele caiu numa quarta-feira, e resolvi testar este formato de festa durante a semana. Como ele estuda de manhã, marquei a festa para as 16 horas. Algumas observações:
  • Alguns amiguinhos não puderam comparecer, pois tinham inglês, balé, natação, etc, mas a maioria remanejou seus horários e foi à festa;
  • Como sou próxima da maioria das famílias, chamei também os pais e mães, e muitos não puderam comparecer devido ao trabalho, somente deixaram e buscaram as crianças;
  • Fiz a festa na área externa da casa dos meus pais, assim tive maior liberdade para fazer toda a decoração durante a manhã. Para o dia seguinte, chamei uma pessoa para a limpeza e organização da casa;
  • Consegui uma fotógrafa ótima, por um valor um pouco abaixo do cobrado nos finais de semana;
  • Consegui desconto na locação da cama elástica, por ser numa quarta feira;
  • Na quinta não consegui trabalhar, pois estava exausta, e meu filho foi para a escola super cansado também... Porém entre a criançada, a festa foi o assunto do dia, e isso o deixou muito feliz!
No final o balanço foi positivo, tanto que repeti a experiência no aniversário de 7 anos, que caiu numa sexta-feira. Na sexta a maioria dos amiguinhos pôde comparecer à festa, e consegui descontos com o pessoal da animação, do buffet, fotografia e brinquedos. E ele teve o final de semana todinho para descansar!


Esse ano o aniversário dele cai num sábado, e adivinhem? Vou comemorar na sexta-feira!


Espero que tenham gostado!

Um abração,

Eliane
Festa a Caminho

Nenhum comentário:

Postar um comentário